Deus é Pai

DEUS É PAI

Em nossa cultura essa é uma expressão bastante verbalizada. Na verdade é um jargão usado pelo povo brasileiro para servir de “amuleto” para conseguir o que queremos. Não importa o segmento religioso, a classe social e econômica, geralmente ouvimos essa expressão: Deus é Pai, vai dar certo!

Tirando a banalização do termo, já absorvido em nossa cultura como algo que precisa ser dito para que projetos, sonhos, desejos, etc, dêem certo, o fato é que isso não anula uma verdade: DEUS É PAI. Como bem afirmou o Pastor Anônio Carlos Costa no título de um de seus livros: PAI: O NOME CRISTÃO PARA DEUS. Isso mesmo, Deus é Pais!!

Um Pai que cuidou de um povo para que chegasse o momento em que Seu próprio filho pudesse morrer por nós. Ou seja, Ele não mediu esforços em favor de todos. Até onde você está disposto a ir em favor de seus filhos?

Ele não é apenas um Pai que amou e ama de forma sacrificial, mas nos ama com disciplina. Isso mesmo, um Pai deve disciplinar seus filhos em amor. Preste atenção que existe uma diferença entre disciplina e espancamento. A disciplina visa o amadurecimento, já o espancamento visa impor uma falsa autoridade. O Pai dos céus não nos entrega aos nossos caprichos, que bom por isso!

Ele também nos ensinou o que é ser humano, ser gente. Jesus nos deixou o maior legado da história, sua vida, caráter e transparência. Quando seus filhos lembram de você como pai, qual a maior marca que fica para eles? Deus nos ensinou, na carne, o que é amar, perdoar, etc…

Pense nisso e ore para que seus filhos sejam pai como Deus é Pai!

Humberto Queiroz