Orando na vontade de Deus

MEDITAÇÃO – FEVEREIRO 2017 – 3ª SEMANA

TIAGO 5.16b ” …A oração de um justo é poderosa e eficaz.”

ORANDO NA VONTADE DE DEUS!

            Entendemos que orar na vontade de Deus muitas vezes não é fácil, mas é muito eficaz e simples. Essa é uma oração de rendição, uma entrega absoluta do nosso eu a vontade soberana de Deus. Quando fazemos essa oração, nos despimos de tudo que queremos assumir o controle e entregamos esse controle nas mãos do Senhor.

Tiago ressalta a importância da oração da fé feita pelo justo. O justo que conhece a Deus numa relação significativa, íntima o bastante para confiar-lhe o controle da sua vida e das suas causas. O justo, aquele que tem a linguagem da oração na vontade de Deus dentro do seu coração, atitudes de adoração, dependência, gratidão e humildade.

Segundo o Dicionário Expositivo Vine, em Tiago 5.16, o significado de “eficaz” pode ser “em seu trabalho interior”, ou seja, no efeito produzido na pessoa que ora, colocando-a em linha com a vontade de Deus. É a pessoa que ora que se modifica.

Em 1 João 5.14 está escrito: “Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a vontade de Deus, ele nos ouvirá.” Quantas vezes as nossas orações não estão de acordo com a vontade de Deus e sim com a nossa. Quantas vezes não perguntamos a Deus qual a sua vontade. Precisamos nos render em oração àquele que “é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós” Efésios 3.20

Que o Senhor nos ajude a ser o justo da oração poderosa e eficaz!

 

Nina Targino

Coord Nacional

Desperta Débora